Farmacogenética do HIV

Através desse exame, é possível avaliar a forma individual com que se tolera os principais medicamentos antirretrovirais frente às suas principais toxicidades:

1. Análogos aos Nucleosídeos:
AZT: Lipoatrofia – gene TNF α
TENOFOVIR: Tubulopatia renal proximal – gene ABCC2 Osteopenia – Haplótipo H2 e VDR
• ABACAVIR: Hipersensibilidade grave – ALelo HLAB*5701

2. Não Análogos aos Nucleosídeos:
• EFAVIRENZ: Neurotoxicidade – CYP2B6

3. Inibidores da Protease:
• ATAZANAVIR: Hiperbilirrubinemia – gene UGT

Os medicamentos podem causar toxicidades que se confundem com as manifestações da própria infecção pelo HIV. Os efeitos adversos dos antirretrovirais são notórios e importantes. Com esse exame é possível promover o bem-estar do paciente, ao diminuir a ocorrência de efeitos não desejados pelo uso da terapia medicamentosa.